terça-feira, 2 de agosto de 2011

A incrível recuperação de um bulldog alérgico desenganado




O peito do nosso amigão Antares: antes e depois do tratamento
Com a palavra, Nisa Arantes, amiga querida e responsável pelo igualmente querido Antares, Buldogue Americano que melhorou dramaticamente de um insano quadro crônico de alergia recebendo apenas cuidados tidos como “alternativos.”
Ainda me lembro de observar com pena Antares caminhando como que pisando em ovos em direção ao consultório da (ótima) Dra. Gabi, onde eu cumpria estágio. Suas infinitas lesões se abriam ao menor esforço muscular e drenavam sangue, pus e líquido clarinho na pele com pelos escassos. As pálpebras tomadas por cascas vermelhas tornavam sua expressão ainda mais abatida. Apesar de todo o explícito sofrimento físico, o rabo abanando lentamente indicava que ali estava um cão disposto a mais uma tentativa.  Com toda a sensibilidade que a situação exigia,  Dra. Gabi e eu nos esforçamos para entender o que aquelas feridas queriam expressar. O que, afinal de contas, afligia Antares a esse ponto?
Ao final da loooonga consulta, uma veterinária alopata, especialista em Dermatologia, cruzou nosso caminho no corredor da clínica. Assustada com a aparência de Antares,  comentou sobre um novo antibiótico e mal conseguiu conter a cara de “vocês-só-podem-estar-loucas” quando Dra. Gabi e eu respondemos que ele seria tratado somente com antioxidantes, dieta caseira especial, cremes, pomadas e xampus fitoterápicos.
Parabenizo imensamente Nisa e seu marido Marcello por serem pessoas tão pró-ativas e esclarecidas e por toda a perseverança e bom senso que os dois esbanjaram durante o tratamento.  O que eu aprendo com esse casal não está escrito. Aproveito para agradecê-los também por tirarem um tempo (tempão, imagino!) para escreverem o emocionante e informativo relato abaixo.
As dezenas de lesões na carinha do Antares, antes e depois do tratamento
Venho compartilhar com vocês a minha experiência com o Antares, meu bulldog americano de 7 anos de idade que sofre de dermatite alérgica crônica causada por diversos fatores, entre eles, a Alergia Alimentar, mas antes de se chegar a esse diagnóstico e ao magistral-primoroso-perfeito-excelente sucesso do atual tratamento foi percorrida uma longa trajetória de profundo desespero, desgaste emocional e frustrações…
A vida do Antares, e a minha, se divide em duas fases: uma ‘Antes’ de Sylvia Angélico e outra, ‘Depois’ de Sylvia Angélico!
Vou começar pelo ‘Antes’, e sei que muitos de vocês, em algum momento, irão se identificar…
A dermatite começou a se manifestar de forma progressiva em episódios isolados e até então ‘tratáveis’. Assim que Antares foi se aproximando da maturidade o quadro de dermatite foi se agravando, ficando mais agressivo e constante; o período mais crítico foi entre os anos de 2009/2010, onde nada mais surtia efeito.
Ele foi levado primeiramente ao clínico geral, onde foi feito um – e depois outros mais – raspado e o tratamento receitado foi 15 dias de antibiótico, alguns dias de corticóide e banhos 2x por semana com xampu dermatológico. Durante o tratamento o quadro dava uma amenizada, mas não regredia satisfatoriamente e dois dias após o término do tratamento a dermatite voltava com força total.
Antares estava permanentemente em carne viva, cheio de lesões purulentas e sanguinolentas por todo o corpo, sofria absurdamente ao se deitar sobre as lesões e chorava ao caminhar porque suas patas estavam completamente inchadas e lesionadas, apresentava vermelhidão e coceira, aumentou de peso, ficou inchado, com retenção de líquido, sentia dor/incômodo ao menor toque, ficou sem vitalidade, apático e triste…
Virilha “assada”, pele umedecida e muitas lesões ventrais incômodas: antes e depois do tratamento
Nesse período a ração foi trocada para a de salmão e, depois de várias tentativas frustrantes de tratamento, e com o quadro se agravando diante dos meus olhos, o clínico falou que talvez o caso do Antares fosse daqueles em que é necessário o cão tomar a medicação por toda a vida… Diante desse veredito sombrio e sem o diagnóstico definido sobre a causa da alergia, marcamos a primeira consulta do Antares em uma dermatologista. Estava esperançosa de que com um especialista a causa do problema seria descoberta e evitada, melhorando assim o seu quadro dermatológico e resgatando a sua saúde e qualidade de vida perdidas.
Chegando lá o histórico de tratamentos frustrados foi relatado e um novo raspado foi feito… Após analise, a causa – segundo a dermatologista – era impossível de ser descoberta, pois poderia – segundo ela – ser qualquer coisa, como o ar, poluição, lugar onde ele deita, a ração, água e etc… Nem preciso dizer o tamanho da minha frustração e desespero com a ‘não possibilidade’ de diagnóstico, consequentemente de não melhora, afinal o tratamento seria paliativo… Então foi receitado como tratamento um antibiótico com um novo princípio ativo por 1 mês, corticóides e banhos com um outro princípio ativo ‘mais específico’ para o quadro do Antares… O retorno foi marcado para o mês seguinte.
No retorno Antares estava pior do que ao mês anterior. Perguntei se o problema poderia ser de fundo alimentar, e foi sugerido mais 1 mês do mesmo tratamento – porém em dose maior – foi acrescentada também uma pomada manipulada ao tratamento e foi pedido para que a ração de salmão fosse trocada e ele passasse a ser alimentado exclusivamente com ração Hipoalergênica e que a água oferecida fosse exclusivamente a filtrada. SE a alergia fosse de fundo alimentar, com a troca de ração e da água o quadro daria um resultado positivo e daí seria feita uma investigação mais a fundo (?)…
O ‘resultado positivo’ foi profundamente desejado e ansiosamente aguardado… É… E no mês seguinte, como se não fosse mais possível, o quadro do Antares se agravou absurdamente… Ele estava deformado de tão lesionado com várias partes do corpo sem pelo… A alimentação foi mantida e o princípio ativo do antibiótico foi alterado e nada de melhora nem diagnóstico… O veredito foi o mesmo dado pelo clínico geral, que não havia o que fazer, somente medicar com antibiótico 2x por semana pelo RESTO da vida do Antares…
Mais uma vez me neguei a aceitar tal recomendação e fui em busca de uma segunda dermatologista, dessa vez em uma clínica especializada na área. Chegando lá todo o histórico de tentativas frustradas foi relatado, foi feito um novo raspado e confirmado que era impossível saber a causa da alergia, foi prescrito um novo antibiótico, dessa vez da linha veterinária, importado, segundo a dermato este era mais eficiente, foram manipuladas pomadas para se passar nas lesões, o xampu foi mudado, o corticóide foi receitado por alguns dias, além de comprimidos protetores do estômago, foi aconselhado se manter a ração hipoalergênica e pipetas anti-pulgas CASO a alergia fosse de fundo atópico ou causada por pulgas, ou seja, estavam atirando para todos os lados…
Isso foi tentado por 1… 2 meses… e como o resultado esperado não veio, no 3º mês foi receitado medicar Antares pelo RESTO da vida… Como nas vezes anteriores, eu ME RECUSEI, e essa foi a minha última tentativa por ‘vias normais’… Então, abandonei o tratamento, suspendi toda a medicação, e passei a buscar por um tratamento que EU considerasse mais benéfico do que maléfico, limpo e adequado, e se possível, SEM o uso de nenhuma medicação. Durante esse período de ‘não medicação’, Antares já estava tão intoxicado e tão debilitado, que isso não fez a menor diferença no seu quadro dermatológico.
Neste meio tempo ele apresentou um episódio isolado de vômito, ficou apático, foi levado prontamente a emergência. Vendo seu histórico medicamentoso, o veterinário de plantão nem quis medicá-lo com receio de desgastar mais as vísceras já sobrecarregadas, colheu sangue para análise e pediu uma ultrassonografia. Sua suspeita era que Antares tinha vomitado por gastrite causada pelo uso contínuo e prolongado de antibióticos e corticóides, e o veterinário alertou “Se ele continuar sendo medicado dessa maneira terá mais dois anos de vida, no máximo!”, confirmando o que eu já sabia… Pois é, por isso falavam RESTO da vida, porque dermatite não mata ninguém, mas o comprometimento das vísceras causado pela medicação e seu uso constante, mata! Felizmente, sua suspeita de gastrite não se confirmou e Antares melhorou naturalmente do quadro de vômitos. :o )
À esquerda: à flexão de sua perna, feridas drenam sangue. À direita, ferida seca e cicatrizando.
Eu que já estava há muito tempo insatisfeita com TODAS as rações ‘Super Premium’ e, à procura de alternativas, cheguei até o site do Cachorro Verde através de buscas na Internet. Desde muito antes já estava decidida a mudar a alimentação de todos os meus ‘fios’, passei semanas esmiuçando o site, aprendendo e fazendo anotações, aprendendo o que era e não era permitido oferecer,  e assim que me senti totalmente segura dei início à introdução da AN. Logo nas primeiras semanas Antares teve visível melhora do estado deplorável, mas passou para um estado ‘menos pior’. PORÉM, estagnou.
Afinal eu, que continuava acreditando que a alergia era de fundo alimentar, estava oferecendo os supostos alimentos causadores da alergia… Mas como saber quais? Foi então que via página do Cachorro Verde no Facebook fiquei sabendo que a Syl iria iniciar estágio! Nem preciso falar como fiquei faceira com a notícia! Entrei em contato com a Syl e a consulta foi marcada…
Agora se inicia a fase do ‘Depois’…
Quando Antares chegou pra Syl ele estava totalmente intoxicado, com seu sistema imunológico em frangalhos e a aparência de dar dó… Na consulta Syl foi totalmente atenciosa e atenta, acompanhada pela queridíssima Dra. Gabi, o examinou minuciosamente e perguntou sobre o histórico DE VIDA do Antares. Por aí percebi – e admirei – a diferença de filosofia do tratamento individualizado, onde se trata o paciente e não a doença.
A partir dessa conversa se chegou ao diagnóstico! \o/
A soma de determinados fatores eram causadores da dermatite alérgica crônica do Antares. Os fatores são:
1. genético: por conta dos cruzamentos inbreeding (consanguinidade), mega fechados, presentes no pedigree do Antares;
2. vacinose: Antares foi vacinado quando não estava saudável, em pleno ‘boom’ do período crítico da dermatite e como se esse erro não fosse o bastante ele recebeu TODAS as vacinas em uma só aplicação sem intervalos; (sem contar as pipetas anti-pulgas e vermifugacões) e por fim…
3. uma – possível – alergia alimentar: sim – possível – pois, para se fechar/confirmar esse diagnóstico é necessário que o cão seja alimentado por 8-12 semanas exclusivamente com Alimentação Natural Restritiva (conhecida também como Dieta de Eliminação);
Ao final da consulta a medicação receitada foi: xampu fitoterápico para banhos 2x por semana, pomada gel fitoterápica aplicada e óleo de neem diluído em água para ser borrifado nas lesões como cicatrizantes, suplemento vitamínico antioxidante manipulado, para beneficiar e fortalecer o sistema imunológico debilitado, cápsulas de óleo de peixe, que têm ação anti-inflamatória e auxilia na saúde da pele e pelo, aumento na quantidade de alho acrescentado à alimentação para reforçar a imunidade, óleo de coco por causa de suas propriedades milagrosas e NENHUM, absolutamente, NENHUM medicamento, nenhum anti-inflamatório, antibiótico, corticóide e afins foram receitados! :o )))
À esquerda: patas inchadas, “assadas”. Após algumas semanas, (direita) lesões mais suaves. Hoje estão 100%.
Um tratamento simples demais, capaz de deixar qualquer veterinário perplexo e cético.
Mas eu – feliz igual pinto no lixo – acreditei desde o primeiro instante!
O cardápio com a AN Restritiva recebi por e-mail no dia seguinte; ele era basicamente uma carne inédita e um carboidrato de fonte neutra. Feita a minha escolha entre as opções oferecidas, dei inicio à alimentação caseira restritiva em fev/2011.
Logo na primeira semana a mágica começou a acontecer! Antares desinchou e emagreceu, sua pele e pelo estavam com aspecto mais saudável, as lesões começaram a cicatrizar e não apareceram novas lesões… Consequentemente seu humor adormecido desabrochou, ele voltou a ser um cão alegre, faceiro, safado e maloqueiro que é, voltou a galopar, pisar no meu pé, a derrubar as coisas com a buzanfa e o rabo abanante, a sacolejar o seu paninho loucamente me chamando para brincar de cabo de guerra, esconde-esconde, pega-pega, se deixava ‘judiar’, voltou a correr nos passeios, a ter prazer na vida e a sorrir! <3
Após 3 semanas iniciais de tratamento, ele retornou à consulta. Syl e Gabi mal podiam acreditar na incrível melhora: Antares era outro cachorro! Aquele cão totalmente desenganado, apresentava uma surpreendente e expressiva melhora física/imunológica/emocional NUNCA alcançada antes…
Ele manteve a AN Restritiva por aproximadamente 10-12 semanas, e com, ao passar de cada dia a sua melhora e desintoxicação a passos – mais que – largos, foi confirmado o diagnóstico de Alergia Alimentar. Em Jun/2011, ele passou a receber uma Alimentação Natural caseira Hipoalergênica, onde mais e novos alimentos foram incorporados à sua alimentação, enriquecendo a dieta, e sua composição foi um pouco modificada. Cada alimento foi adicionado com cautela e observado se causava alguma reação. Hoje todas as novidades e variedades possíveis já foram adicionadas e ele continua PERFEITO e evoluindo cada vez mais! Os banhos passaram a ter intervalos maiores, e hoje voltaram a ser mensais, não existe mais a necessidade de se passar pomada gel nem de borrifar o óleo de neem diluído em água como cicatrizantes, o uso do suplemento antioxidante também foi suspenso, as cápsulas de óleo de peixe e o alho foram mantidos, mas em menor quantidade, além do altamente benéfico óleo de coco.
Desde o início fui alertada que Antares nunca seria um cão 100% pelos fatores causadores de sua dermatite, mas hoje ele é um cão TOTALMENTE recuperado e PERFEITO! :o ))))
Suas patas estão completamente desinchadas e curadas, sua pelagem é sadia, exuberante e brilhante, sua pele é perfeita, não existem lesões, sangue, pus, coceiras, vermelhidão e inchaço, as poucas cicatrizes causadas pelas lesões do passado estão quase que totalmente cobertas pelo seu lindo pelo tigrado! Aquele cão gordo e com retenção de líquido sumiu, hoje ele está no peso ideal, esbelto e puro músculo! Nunca esteve tão saudável na vida!
Todo dia quando vou dar ‘Bom Dia!’ a ele meu olhos são agraciados com toda a beleza do resultado alcançado eu sou ‘obrigada’ a afofar, a judiar, a apertar, mastigar e a cafungar para comprovar se é tudo de verdade! (Hohoho! :D )
Meu cão que antes estava morrendo diante dos meus olhos teve a sua vida salva!
Mérito total e absoluto de Sylvia Angélico, profissional e amiga por quem tenho enorme admiração, carinho, estima e eterna gratidão. Sem ela, isso jamais teria acontecido! <3

Antares hoje: cara limpinha, corpo coberto de pelos e esbelto (visto de cima) e peito sem lesões! Controle da alergia ocorrido de dentro pra fora!

67 comentários:

  1. oi me manda um e-mail com as medicações e a dieta do seu cãozinho a minha está com o m,esmo problema. :( estou muito triste, por favor me ajude. carolinetessari@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Olá, Maria Beatriz
      Coincidente achei seu blog procurando incansavelmente por algum tipo de tratamento para minha cachorra (Bull Terrier), pois em todos os médicos veterinários, nenhum soube indicar tratamento correto para ela.
      Vendo seu relato, me vi na situação. A minha é muito parecida com a sua. Minha cachorra ja fez mais de 5 vezes tratamento com ceffex (antibiotico) por vários (e vários) dias e sem ter qualquer melhora.
      Felizmente as feridas com inchaço e pus não espalharam pelo corpo, mas as que estão na pata e na flexão da perna traseira vive aumentando e diminuindo, causando incomodo e dor para caminhar (mesmo caso da Antares).
      Bom, venho procurando alguma solução para minha cachorra há uns 3 anos e hoje tive a grande felicidade de encontrar esse maravilhoso relato e, com o melhor de tudo, sem medicação!!!
      Sem querer estender a conversa, gostaria de pedir para você se é possivel voce me passa o tratamento que vc aplicou no Antares. Tenho muita esperança que esse seja o único que dará certo e trará a felicidade da minha cachorra também.
      Caso seja possivel vc me enviar, meu e-mail é caio.cmanoel@gmail.com
      Aguardo ansiosamente seu e-mail.
      Tudo de bom.

      Excluir
    2. Maria, estou com o mesmo problema..vc pode me passar por email também? ! Onde vc achou informações sobre a alimentação natural e possíveis cardápios? Me envia por email por favor. crisgouveacosta0@gmail.com Obrigada, Cris

      Excluir
    3. Oi manda pra mim tbm a dieta pq acho q o meu tem esses problemas

      Excluir
    4. BOA NOITE PODERIA ENVIAR PAA MIM ESSES DADOS TBM MINHA FANCESINHA ESTA COM OS MESMOS PROBLEMAS DA FOTO
      PABLOCARLOS@PIZOLOTTO.COM.BR

      AGRADEÇO

      Excluir
  3. POR FAVOR, SOFRO O MESMO PROBLEMA COM O MEU CACHORRO... ME ENVIA A DIETA POR E-MAIL POR FAVOR! felipe.sampaio@msn.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A DIETA E AS MEDICAÇÕES PARA O E-MAIL: felipe.sampaio@msn.com

      MUITO OBRIGADO

      Excluir
  4. boa noite, estou passando pelo mesmo quadro.

    se possivel me mande por email a dieta e as medicacoes.

    att

    ResponderExcluir
  5. obs : cosmeesr@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Oii Beatriz, gostaria de te pedir que me ajude, me enviando a lista das medicações e da dieta q antares fez, informando o nome e os horarios q ele tomava cada coisa. Pois minha cachorrinha "Linda" tbem está com o mesmo problema e não sei mais o q fazer, pois nenhum veterinario chegou a um diagnóstico, e é pq eu a levei em tdos os veterinarios de minha cidade e em um da cidade vizinha. Eles passam cada vez mais remedios, mas infelizmente nada apresenta um resultado.
    Me ajude por favor, pois já estou desiludida da situação dela!! Meu email: vandyaramartins90@hotmail.com
    Caso apareça uma foto neste comentario é de meu namorado, pois estou enviando do email dle, já q não tenho uma conta gmail. Obrigadaa!

    ResponderExcluir
  7. Oi Beatriz, desesperada pelo mesmo problema que seu cão passou cheguei a este post. Minha labradora de 7 anos sofre com alguns sintomas como coceira absurda, lambe as patas, tem feridas nas coxas e mudanças da cor da pele que costumam ficar escuras...tratamento Prednisona e Cefalexina pro resto da vida...mas interrompo esse tratamento por que me nego a matar minha cachorra aos poucos!!! Por favor me ajude...quero tentar essa dieta o quanto antes...sendo natural vai ajudar em sua vida...me passe tudo..banhos, óleos, quantidade, comida etc... por favor, por amor me ajude a salvar a vida da minha Hannah. Obrigada Meu e-mail: anaclaudiafloret@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Beatriz boa tarde possuo uma BA e está caminhando para o mesmo diagnóstico voc~e poderia me passar a receita que utilizou em seu cão alimentação e remédios joseantoniobule@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Que linda sua dedicação. Parabens!! Que possa sempre ajudar outras pessoas com sua experiência. Bjos e sucessos pra vcs.

    ResponderExcluir
  10. Ola Beatriz,
    tenho o um podengo com o mesmo problema!
    seria possivel o envio dos nomes dos medicamentos bem como a sua aplicação para o email:
    analu_365@hotmail.com

    Muito obrigada, o meu kiko tambem agradece ;)

    ResponderExcluir
  11. Olá Beatriz, gostaria se possível que me enviasse este tratamento por email, pois minha pit está com estes sintomas, quando me responder te envio fotos dela para vc poder visualizar, estou muito preocupada com a minha gordinha, desde já agradeço, e parabéns pela sua ajuda e dedicação. Meu email é pryscilact@gmail.com Muito obrigada e estarei no seu aguardo. .

    ResponderExcluir
  12. Boa noite, tem como enviar esse tratamento para meu email, estou com o mesmo problema com meu buldogue e não acho solução.
    valdanharomero@hotmail.com

    Ja tratei com antibióticos, banhos , fizemos de tudo, mas não melhora.

    Obrigado

    Thiago

    ResponderExcluir
  13. Olá, por favor me manda a receita da comida e o tratamento pois não sei mais o que fazer com meu cachorrinho. Ele está com problema nas patas e não sara. Já levei em vários veterinários inclusive em dermatologista e não adianta. Obrigada
    czenzen12@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Olá... Tudo bom? Estou entrando em desespero já. Minha cachorra está assim ou pior... Já fiz de tudo, levei em vários veterinarios, já usou vários remedios. Não sei mais o que posso fazer. Por favor se tiver como me passar o nome, medicação.. Qualquer coisa q possa me ajudar meu e-mail é.. pfrock@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. A DIETA E AS MEDICAÇÕES PARA O E-MAIL: denisdelas@hotmail.com
    Por favor me ajudem p/ ajudar meu amigão!!!!

    ResponderExcluir
  16. por favor envie a dieta e medicações para mim minha pitbull é branca red noose e esta nesse estado tbm mtadoa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  17. Ola meu pitbull também esta com o mesmo problema, este fim de semana foi pior, ele esta com muita dor na pata, não quero deixa-lo só a base de remédios, os exames são muito estressantes e ele sofre muito, se for possível envie para mim também. giseletakino@gmail.com

    ResponderExcluir
  18. Dieta e medicação por favorr!! Estou com um pitt em estado deplorável, já gastei muito dinheiro, e não há melhoras! Prishowgirl@gmail.com

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Por favor me interessei pelo tratamento gostaria de saber o nome da pomada.
    As vets só tratam os meus com Corticóide e antibiotico
    Se possivel me passe por e-mail
    araujo.flavia@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei essa linda história de dedicação e extremo carinho, no site
      www.cachorroverde.cm.br.

      Base do tratamento: alimentação natural

      Com certeza, lá vão te dar o contato da dona dessa vitoriosa cadelinha.

      Em tempo: essa história foi publicada há 4- 5 anos nesse site.

      Boa sorte!!!!!

      Abs,

      Beatriz

      Excluir
  21. Olá, minha cachorra tem dermatite alérgica, e agora já com 9 anos, parece que há um mês está em crise. Por favor, envie tratamento parta meu email.
    denisesilvaadv2009@hotmail.com

    Muito Obrigada,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei essa linda história de dedicação e extremo carinho, no site
      www.cachorroverde.cm.br.

      Base do tratamento: alimentação natural

      Com certeza, lá vão te dar o contato da dona dessa vitoriosa cadelinha.

      Em tempo: essa história foi publicada há 4- 5 anos nesse site.

      Boa sorte!!!!!

      Abs,

      Beatriz

      Excluir
  22. Oi Maria Beatriz, tudo bem?
    Fico muito feliz por saber que seu cão Antares, após todo o sofrimento que passou está bem, e também por saber que minha filhote de Pit Bull "LUA" tem grandes chances de ser curada.
    Ela está sofrendo do mesmo problema que seu cão já sofreu, e como você sabe o desespero é tanto pra que eles melhore o mais rápido possível que tentamos de tudo. Já levei ela em 3 veterinários, todos prescreveram o mesmo tratamento, antibióticos.
    Preciso muito da sua ajuda, se puder me passar o tratamento e a dieta, ficarei eternamente grato, pois já não sei mais o que fazer.

    leandropaesdealmeida1@gmail.com

    Desde já agradeço, Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  23. OLÁ TENHO UM PIT BUL BRANCO QUE TEM ALGUNS PROBLEMAS COM ALERGIAS E PROBLEMAS NA PELE ... ME MANDA POR EMAIL OS MEDICAMENTOS QUE VC USOU NO TRATAMENTO DO SEU CACHORRO.

    camilagebim@hotmail.com

    att
    Camila

    ResponderExcluir
  24. OLÁ TENHO UM PIT BUL BRANCO QUE TEM ALGUNS PROBLEMAS COM ALERGIAS E PROBLEMAS NA PELE ... ME MANDA POR EMAIL OS MEDICAMENTOS QUE VC USOU NO TRATAMENTO DO SEU CACHORRO.

    camilagebim@hotmail.com

    att
    Camila

    ResponderExcluir
  25. Olá, tenho um boxer branco com alergias...principalmente as feridas e edemas nas patas. Se puder me enviar dieta e os medicamentos que você usou fico grata. Email: larissamezetti@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei essa linda história de dedicação e extremo carinho, no site
      www.cachorroverde.cm.br.

      Base do tratamento: alimentação natural

      Com certeza, lá vão te dar o contato da dona dessa vitoriosa cadelinha.

      Em tempo: essa história foi publicada há 4- 5 anos nesse site.

      Boa sorte!!!!!

      Abs,

      Beatriz

      Excluir
  26. olá meu nome e daniela e meu cao ta com as patas avermelhadas e inchadas igual a foto postada nao sei mais o que fazer mi ajude

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei essa linda história de dedicação e extremo carinho, no site
      www.cachorroverde.com.br

      Com certeza, lá vão te dar o contato da dona dessa vitoriosa cadelinha.

      Em tempo: essa história foi publicada há 4- 5 anos nesse site.

      Boa sorte!!!!!

      Abs,

      Beatriz

      Excluir
  27. Ola me chamo Rebecca poderia me indicar a dieta e o tratamento e se possível.Gostaria de saber também se conseguiria uma consulta com a veterinária que lhe atendeu. Tenho uma bulldog francesa de 7 anos e luto com a pele dela a bastante tempo sempre com antibiótico, corticoide , enfim ate uso uma ração hipoalergênica mais também não sei mais o que fazer parei com com os remédios e estou dando um complemento chamado pele food estou gostando mas queria ter certeza do que estou fazendo . E acho que também é ansiedade, agora maior visto que minha Cleo ficou cega das duas vistas por causa de um glaucoma, fizemos tudo possível mas não resolveu sofremos muito mas ela esta se adaptando, graças a Deus e com nossa ajuda , por favor me ajude também com a pele.Muito Obrigada. Meu email rebeccagalera@gmail.com
    Já lhe agradeço muito.

    ResponderExcluir
  28. Olá Dra. Beatriz.
    sou responsável pelo Ciclone, também um Buldogue Americano de 9 anos. Ele apresenta os mesmos sintomas. Há dois anos tratamos mas vai e volta.
    Pode nos ajudar?
    pousadarb@gmail.com

    Desde já muito obrigado.
    César & Ciclone

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei essa linda história de dedicação e extremo carinho, no site
      www.cachorroverde.com.br

      Com certeza, lá vão te dar o contato da dona dessa vitoriosa cadelinha.

      Em tempo: essa história foi publicada há 4- 5 anos nesse site.

      Boa sorte!!!!!

      Abs,

      Beatriz

      Excluir
  29. Bom dia Maria Beatriz,
    me chamo Camila e tenho uma bulldog inglês de 1 ano e ela tem esses mesmo sintomas do seu cachorrinho e ela vive em crise ,eu e meu esposo ja tentamos de tudo ,levamos na dermatologista,mais não vimos resultados tb ,então ficamos assim meio perdidos,agente queria tratar ela assim de um jeito mais alternativo e com coisas naturais,se vc puder ajudar agente,seria tudo de bom ,pois não sabemos mais o que fazer.
    Obrigada
    camila batista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei essa linda história de dedicação e extremo carinho, no site
      www.cachorroverde.com.br

      Com certeza, lá vão te dar o contato da dona dessa vitoriosa cadelinha.

      Em tempo: essa história foi publicada há 4- 5 anos nesse site.

      Boa sorte!!!!!

      Abs,

      Beatriz

      Excluir
  30. Bom dia Maria Beatriz,
    me chamo Camila e tenho uma bulldog inglês de 1 ano e ela tem esses mesmo sintomas do seu cachorrinho e ela vive em crise ,eu e meu esposo ja tentamos de tudo ,levamos na dermatologista,mais não vimos resultados tb ,então ficamos assim meio perdidos,agente queria tratar ela assim de um jeito mais alternativo e com coisas naturais,se vc puder ajudar agente,seria tudo de bom ,pois não sabemos mais o que fazer.
    Obrigada
    camila batista

    ResponderExcluir
  31. Achei essa linda história de dedicação e extremo carinho, no site
    www.cachorroverde.com.br

    Com certeza, lá vão te dar o contato da dona dessa vitoriosa cadelinha.

    Em tempo: essa história foi publicada há 4- 5 anos nesse site.

    Boa sorte!!!!!

    Abs,

    Beatriz

    ResponderExcluir
  32. Olá Beatriz . Antes de tudo , parabéns pela iniciativa e generosidade .
    Sou o feliz amigo de um Buldogue Inglês , chamado Tibério Cesar .
    Tibinho ( como o chamamos ) , está já a muitos meses com uma alergia , que lhe ataca principalmente a parte de baixo de seu corpo , indo do pescoço , às partes genitais e pernas também .
    Já tentei tudo o que me passaram : Shampoo , remédios , etc .
    Cheguei a conclusão de que é uma alergia alimentar .
    Acredito que ele tenha alergia a glutem . Ele gosta muito de pão e a ração que ele come é a Proplan Complete , rica em glutem de milho .
    Você poderia me mandar esta dieta milagros e tudo o mais que puder ?
    Agradeço de coração .
    Beto Dias
    São Luis -MA
    rtimagem@oi.com.br

    ResponderExcluir
  33. Olá Beatriz, adorei a sua história...você pode me ajudar? Tenho uma Bulldog com um problema parecido... Você pode por gentileza compartilhar a sua receita comigo? Meu e-mail é m.farias@globo.com obrigado Marcio Farias

    ResponderExcluir
  34. Olá Beatriz, você poderia me enviar a dieta e o tratamento do antares? A minha filha bionda está apresentando quadros semelhantes e já tem 9 anos. Me ajude por favor. Meu email é nmontesantiabreu@yahoo.com

    ResponderExcluir
  35. Olá Beatriz, você poderia me enviar a dieta e o tratamento do antares? A minha filha bionda está apresentando quadros semelhantes e já tem 9 anos. Me ajude por favor. Meu email é nmontesantiabreu@yahoo.com

    ResponderExcluir
  36. ola Beatriz ,a veterinaria que atendeu seu cachorro fica em que cidade ?
    meu buldog frances esta todinho empelotado ...comecou esse ano ! o veterinário diz que dermatite alérgica ! aplicou um anti flamatorio que melhorou ,depois de um tempo voltou tudo!!! vc poderia mandar um a dieta e o tratamento que vc fez ? por favor !!!! caroldcarol@hotmail.com
    att
    ana

    ResponderExcluir
  37. Beatriz boa tarde,me chamo Renata Ribeiro e tenho um amor chamado Tobias,buldog americano de dois anos e tres meses,portador de uma dermatite a esclarecer cujo quadro e intensamente semelhante ao de seu Antares,já com varias tentativas de tratamentos quimicos todos sem sucesso.Peço-lhe encarecidamente que me ajude a melhorar a qualidade de vida de meu bebe,enviando-me as orientações dietéticas e outras intervenções naturais utilizadas com seu antares.RRamodogs@gmail.com

    ResponderExcluir
  38. Olá lendo sua história me indentifiquei passo isso com minha cachorra já faz uns anos q estou tentando de tudo mas nada até hoje deu certo gostaria se pudesse me ajudar a me passar a sua dieta e os fitoterápicos e o telefone da sua veterinária pois minha Nina tem um problema alérgico horrível q eu não consigo solução é ela tem sofrido muito....camile.ikuta@hotmail.com Obrigada

    ResponderExcluir
  39. Bom Dia Maria Beatriz!

    Tudo bem?
    Me chamo Ana, e tenho um Basset Hound que tem passado por crises de dermatite muito similares as do seu Buldog. Não sei mais o que fazer, gastamos até o que não tínhamos com veterinários e medicamentos, sendo que a última me disse que isso não era nada, uma alergiazinha.... Peço por favor que me mande um e-mail com a dieta e o medicamento que funcionou para seu cão.

    anacecilia.florestal@hotmail.com

    Obrigada
    Ana

    ResponderExcluir
  40. Olá será possível me enviar a dieta e os medicamentos por mail? A minha cadela está a sofrer do mesmo.

    Betaaadias@gmail.com

    Muito obrigada

    ResponderExcluir
  41. POR FAVOR MINHA CACHORRA UMA BULLDOG INGLES DE 1 ANO E 8 MESSES ESTA COM O MESMO PROBLEMA , PODE POR GENTILEZA ME PASSAR A DIETA. E-MAIL : skandarale@hotmai.com

    ResponderExcluir
  42. POR FAVOR MINHA CACHORRA UMA BULLDOG INGLES DE 1 ANO E 8 MESSES ESTA COM O MESMO PROBLEMA , PODE POR GENTILEZA ME PASSAR A DIETA. E-MAIL : skandarale@hotmai.com

    ResponderExcluir
  43. pode passar pra mim por favor estou com mesmo problema da minha bulldog inglesa de 1 anoe 8 messes. agradeço desde ja.

    skandarale@hotmail.com

    ResponderExcluir
  44. Estou passando pela mesma situação com meu cachorro, se possível favor enviar a dieta para meu e-mail: suzzirodrigues@hotmail.com
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  45. oi me manda um e-mail com as medicações e a dieta do seu cãozinho a minha bulldog filhotes , está com o mesmo problema. ... pf me ajude
    meu email marquinhomotos@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  46. Alexandra Henriques27 de outubro de 2015 20:29

    Boa noite!! Venho de portugal pedir ajuda! Tenho uma cadela cocker com o mesmo problema de pele! As fotos sao iguais! Ja enviei um emao ao cachorro verde mas parece que a dra esta ausente ate finais de novembro. Preciso de ajuda! Será que me pode dar algumas indicacoes? O meu email é alexandraphenriques@gmail.com muito obrigadaaaaa

    ResponderExcluir
  47. Bom dia. Minha cachorra tmb está assim. Poderia informar a dieta e medicamentos? Lucianasilveir@gmail.com.com

    ResponderExcluir
  48. bom dia... meu cachorro da mesma raça esta sofrendo com o mesmo problema. se possível me mandem o tratamento por email!!!! ja nao sei mais o que fazer :( rafaellab89@hotmail.com

    ResponderExcluir
  49. Bom dia preciso de ajuda pode me enviar a dieta e os medicamentos por favor. Att Juliana juboanova@gmail.com

    ResponderExcluir
  50. Boa noite , vc pode me enviar tambem a dieta e medicamentos ? Meu Polo tá todo empelotado

    ResponderExcluir
  51. Boa noite meu nome é paulo Rogério meu cachorro e da raca buldogue americano e ta com o mesmo problema sera que vc pode passar os nome do chapp . A pomada .de tudo pra mim estou cansado de gasta dilhero com veterinário se poder mande para o meu zap 55 71 982222862 muito obrigado

    ResponderExcluir
  52. Olá,

    Meu cachorrinho está com as patinhas assim.Tomou vários medicamentos e há dois meses ainda não sarou.Por favor, me mande um e-mail com o tratamento.

    Obrigada,

    Marco

    francodiamantenegro@gmail.com

    ResponderExcluir
  53. Pode mandar a lista dos medicamentos e da dieta que usou para o email luananunes1301@gmail.com ?

    ResponderExcluir
  54. Olá, você poderia me enviar a lista também? Tenho uma bulldog Francês com dermatite aguda, não sei mais o que fazer, nenhum tratamento veterinário ajuda. lunardi.8@hotmail.com

    obrigado

    Marcelo

    ResponderExcluir
  55. Tenho um bulldog inglês e já tentei de tudo ....antibioticos, corticóides, shampos e nada. Poderia me enviar o tratamento por email : lucianafenner@hotmail.com
    Obrigada, Luciana

    ResponderExcluir
  56. Olá! Parabéns pela contribuição com este relato de caso...estou começando a vê uma luz no fim do túnel.
    Tenho um bulldog inglês e foi feito vários tratamentos para identificar a causa da excessiva queda de pelo, leões de pele, coceira nas patas...e depois de alguns meses uma dermatologista o diagnosticou com alergia atópica. Resultado disso tudo, uso continuo de corticoide, estou seguindo o tratamento pq quando tiro o corticoide ele volta com todos os sintomas, mas n sei o que é pior pq ele está se acabando, esta semana decide definitivamente tirar o corticoide, pois ele está um obeso e mal consegue para em pé e ficando cada vez mais apático... Por favor, me da um auxílio, gostaria do contato da Dra Gabi, ela é de onde? Pq acredito que ela teria de me auxiliar como fez no tratamento do seu, primeiro desintoxica-lo e seguir o tratamento.
    Desde já agradeço!
    Fabiana Correia
    Meu email: fab_correia@yahoo.com.br

    ResponderExcluir